Maringá Vôlei

Amavolei é pentacampeã paranaense

“Um ano de muito trabalho e sacrifício”, disse o treinador de Maringá, Juliano Trindade após a conquista do título paranaense de vôlei feminino, com vitória de 3 sets a 2 sobre a equipe de São José dos Pinhais. Durante todo o campeonato a Associação Maringá de Vôlei (Amavolei) perdeu somente três sets e foi campeã invicta da competição. O time maringaense conta com o apoio da Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesp).
Após vencer o primeiro jogo da final do paranaense de vôlei por 3 sets a 1 (25/23, 22/25, 25/12 e 25/20) a equipe feminina da Amavolei venceu também a segunda partida neste domingo, 25, no Ginásio de Esporte Chico Neto, conquistando o pentacampeonato paranaense adulto.
O jogo de volta da final foi até o último set de jogo, com duração de aproximadamente 2h30. Maringá começou vencendo, abrindo o primeiro set por (25/23), porém perdeu o segundo e o terceiro set (22/25 e 17/25), mas o quarto e o quinto set, as atletas da Amavolei mostraram porque eram as favoritas e fizeram (25/19 e 15/9).
Este ano, o vôlei feminino de Maringá na categoria adulta foi impecável. Conquistaram o acesso para Superliga B de 2019, foram campeãs dos Jogos abertos do Paraná (Jap′s), e agora o título do Campeonato Paranaense de Vôlei. “Estávamos com as duas levantadoras lesionadas e uma delas teve que jogar no sacrifício, mas saímos com a vitória e fomos campeões”, disse o treinador da Amavolei, Juliano Trindade.
A Amavolei obteve quatro premiações individuais na competição. A oposta Beatriz, a central Laisa, e a melhor atleta do campeonato e levantadora, Milla. Ambas receberão o prêmio de melhores atletas. “Foi um jogo difícil, com muitas dificuldades durante a partida, mas mantive calma, mesmo com tantos erros eu sabia que no final nós conseguiríamos, porque cada uma lá pode sempre mais, e é nisso que sempre nós apoiamos. Não importando as diferenças, mas sim o nosso objetivo final”, disse a levantadora da equipe maringaense, Debora Padilha.
A levantadora da equipe, Padilha, já passou por algumas cirurgias no ombro, nesta final a atleta também estava com dores no joelho esquerdo. A levantadora acabou jogando a final totalmente no sacrifício. Mesmo não estando 100% fisicamente conseguiu contribuir para a conquista do pentacampeonato da equipe da Amavolei. O campeonato foi organizado pela Federação Paranaense de Voleibol (FPV).
Saiba mais 
Federação Paranaense de Voleibol (FPV)
http://www.voleiparana.com.br/index.php

Related posts

Jogos da Juventude: APAN Maringá disputa fase final de natação em Toledo

Antonio Marcos

Jiu-jitsu: Maringaenses são campeões em mundial nos EUA

Antonio Marcos

SRM anuncia primeira atração da Expoingá 2019

Antonio Marcos